segunda-feira, 18 de maio de 2015

Haicais eróticos




No Natal de 2013 eu ganhei do meu marido um presente muito sensual e especialíssimo, um livro do British Museum chamado Haiku Love (Alan Cummings). O livro lindamente ilustrado é separado em 3 capítulos: Juventude, Meia Idade e Velhice - e trata da paixão, sexo e amor nestas fases da vida.

Vale lembrar que o haicai (ou haiku) não tem a tradição de expressar sentimentos pois versa especificamente sobre a natureza e a reflexão sobre a transitoriedade. A temática amorosa era escrita frequentemente no formato Tanka (poema de 31 sílabas 5-7-5-7-7), tipo de poema particularmente importante no período imperial Heian (794-1185) e de onde originou-se o haiku.
Porém há alguns exemplos interessantes de haicais, escritos pelos grandes mestres e que podem ser considerados eróticos, e certamente muito bonitos.

Como o livro traz uma tradução do japonês para o inglês, farei uma segunda tradução livre:

Lírios em flor
Quando a pele de uma mulher
brilha através do crepúsculo
                        Chiyojo (1703-1775)

Muitas formas de amor
Todos os fios do desejo
começam no mais puro branco
                                               Buson

Ela está cortando
legumes para por no arroz.
Mas seu coração está longe.
                                              Iaba

Ela encosta
No seu colo silencioso
seus eloquentes quadris
                                            Anon

Ameixas florescendo no inverno.
Gomos tocando um ao outro
no crepúsculo
                                 Ishibashi Hideno (1909-1947)

Escuro profundo
Onde eu desnudo
uma íris em flor
                                 Katsura Nobuko (. 1914)

Estes haicais são antigos e marcam a tradição dos mestres. Posteriormente farei um novo post de haicais eróticos modernos e contemporâneos.

Um comentário:

  1. Pois bem.... cheguei até aqui por caminhos tortuosos da internet.
    No meu blog erótico, tenho alguns haikais... e alguns poemas...
    Caso você não se sinta constrangida, gostaria de seguir-te.... e tomar contato com teus escritos...
    E quem sabe, até receber tua visita.... e sinta-se também livre para não publicar ou deletar meu comentário!!
    Grande abraço PDR...

    ResponderExcluir